Projeto de Formação Continuada

site-formacao

A parceria com a iniciativa privada, a partir da destinação de recursos via Lei de Incentivo ao Esporte e/ou aporte de recurso direto, proporciona a execução de uma ação de médio prazo (três anos) nos municípios atendidos, que favorece o fortalecimento da prática da educação física e de esporte destes lugares, de maneira estruturada e sustentável. O desenvolvimento de ações formativas favorece a integração com programas de outras instituições que atuam com o desenvolvimento do esporte e da atividade física para a qualidade de vida, e contribui com o fortalecimento e qualificação de programas já desenvolvidos pelas secretarias municipais, complementando-os com conteúdos e estratégias para a criação de ambientes educativos e sustentáveis voltados ao desenvolvimento de hábitos de vida saudáveis.

São Paulo - 4 POLOS
Pindamonhangaba / São Bernardo / Piracicaba / Bauru

Pernambuco - 4 POLOS
Recife / São Lourenço da Mata; Glória; Escada / Vitória de Santo Antão; Chã de Alegria; Pombos

Minas Gerais - 1 POLO
Ouro Preto

Pará - 1 POLO
Canaã dos Carajás

Paraná - 2 POLOS
Curitiba / Araucária

Goiás - 1 POLO
Nova Iguaçú de Goiás

 

form2

 

DESENVOLVIMENTO DO PROJETO

O projeto de formação de professores possui formatos e objetivos específicos para cada ano. Os municípios podem aderir ao projeto por um ano ou na sua totalidade, isso significa que um município pode se beneficiar do primeiro ano de formação, concluindo seus objetivos e desenvolvendo todos os produtos previstos para essa etapa, sem necessariamente dar continuidade ao programa nos anos dois e três. Isso é possível porque os anos de formação se concluem fechando cada etapa na sua totalidade, o que mobiliza os municípios para a continuidade são os patamares de aprofundamento e alcance que o projeto vai adquirindo ano a ano.

O foco principal da proposta do ano 1 é a qualificação das práticas pedagógicas dos professores de educação física e esporte das escolas e a mobilização dos gestores e coordenadores pedagógicos para analisar e aperfeiçoar os projetos já existentes. No ano 2 o foco é o aprofundamento dos estudos na pedagogia do esporte, a qualificação das propostas curriculares, o planejamento e a realização de competições escolares voltadas para a comunidade e a formação de grupos de jovens qualificados e mobilizados para atuar como árbitros, monitores esportivos, empreendedores comunitários, etc. O ano 3 tem como foco a sistematização das práticas desenvolvidas na forma de um Plano Estratégico de Esporte para o município, centrado no esporte para crianças e jovens.

Anualmente são realizados cinco módulos de dois dias, com uma programação que combina momentos de formação teórica, prática, reuniões de planejamento, mobilização e articulação, eventos e outros, respeitando as diferentes demandas locais em termos de logística, cronograma e organização.

As principais estratégias aplicadas nas formações para produzir o impacto esperado e alcançar as metas propostas, utilizam o Esporte Educacional como eixo principal, seus princípios (Inclusão, Diversidade, Construção Coletiva, Educação Integral e Autonomia) e a discussão sobre o Direito ao Esporte. O desenvolvimento do programa foi formulado para integrar teoria e prática, sempre objetivando a aplicabilidade dos conceitos na realidade imediata das comunidades atendidas.

A proposta é atuar nos Municípios através dos seguintes Eixos, com foco na Educação Física e Esporte Educacional: 

• Articulação e mobilização dos principais agentes do esporte locais;
• Qualificação dos educadores, gestores e profissionais do esporte;
• Fomento à realização de competições escolares e comunitárias; 
• Fomento à organização de Planos Estratégicos para o Esporte.