A parceria com a iniciativa privada, a partir da destinação de recursos via Lei de Incentivo ao Esporte e/ou aporte de recurso direto, proporciona a execução de uma ação de médio prazo (até cinco anos) nos municípios atendidos, que favorece o fortalecimento das políticas públicas e amplia o acesso das crianças e jovens à educação física e ao esporte. O desenvolvimento de ações formativas com professores e gestores potencializam a prática pedagógica nas escolas e contribui com o fortalecimento e a qualificação de programas de esporte educacional já desenvolvidos pelas secretarias municipais. A intervenção do IEE mobiliza os diferentes atores para a criação de uma rede de Escolas Ativas voltada para a criação de ambientes educativos e sustentáveis que favorecem a educação integral e o desenvolvimento humano.

Desenho do projeto em 2017

Guarujá • Pindamonhangaba • São Sebastião • São Bernardo • Piracicaba • Bauru • São José dos Campos

Recife • São Lourenço da Mata; Glória; Escada • Vitória de Santo Antão; Chã de Alegria; Pombos

Sorriso

Não Me Toque

Curitiba • Araucária

Santa Helena de Goiás

Serra

16


POLOS DE FORMAÇÃO

7


ESTADOS

20


CIDADES

1200


PROFESSORES EM FORMAÇÃO

525


ESCOLAS CONTEMPLADAS

177 mil


CRIANÇAS E JOVENS ATENDIDOS INDIRETAMENTE

DESENVOLVIMENTO DO PROJETO

O projeto Formação de Professores possui formatos e objetivos específicos para cada ano de intervenção. A organização dos conteúdos permite que os municípios, ano a ano, recebam um certificado de conclusão e aderência às ações e metas do projeto. A cada fechamento de um ciclo anual, existe a possibilidade de continuidade e aprofundamento dos conteúdos que levam ao aperfeiçoamento das ações e consolidação de políticas e práticas pedagógicas do esporte educacional dentro e fora das escolas.

DESENVOLVIMENTO DO PROJETO

O foco principal da proposta do ano 1 é a qualificação das práticas pedagógicas dos professores de educação física e esporte que atuam nas escolas e a mobilização dos gestores e coordenadores pedagógicos para analisar e aperfeiçoar os projetos já existentes. No ano 2 o foco é o aprofundamento dos estudos na pedagogia do esporte, a qualificação das propostas curriculares, o planejamento e a realização de competições escolares voltadas para a comunidade e a formação de grupos de jovens qualificados e mobilizados para atuar como árbitros, monitores esportivos, empreendedores comunitários, etc. O ano 3 tem como foco a sistematização das práticas desenvolvidas na forma de planejamento e implementação de um Plano de Ação centrado na temática Escolas Ativas. A ideia é ampliar e qualificar os projetos e programas escolares relacionados com metodologias ativas de ensino, linguagem corporal, educação física e esportes. O eixo de atuação no ano 4 é a criação e operacionalização de um Comitê Regional das Escolas Ativas / Esporte Educacional com representação significativa dos diferentes atores envolvidos com a temática (secretários, professores, tutores jovens e lideranças comunitárias). O monitoramento da atuação do Comitê Regional das Escolas Ativas / Esporte Educacional e seu impacto nas políticas públicas do município é o foco do ano 5.

METODOLOGIA DE FORMAÇÃO

Anualmente, em cada polo, são realizados cinco módulos de dois dias, com uma programação que combina momentos de formação teórica, prática, reuniões de planejamento, mobilização e articulação, eventos e outros, respeitando as diferentes demandas locais em termos de logística, cronograma e organização.

As principais estratégias aplicadas nas formações para produzir o impacto esperado e alcançar as metas propostas, utilizam o Esporte Educacional como eixo principal, seus princípios (Inclusão, Diversidade, Construção Coletiva, Educação Integral e Autonomia) e a discussão sobre o Direito ao Esporte. O desenvolvimento do programa foi formulado para integrar teoria e prática, sempre objetivando a aplicabilidade dos conceitos na realidade imediata das comunidades atendidas.

CONTEÚDOS DE FORMAÇÃO

• A organização do Esporte no Brasil e a dimensão do Esporte Educacional
• Os princípios do Esporte Educacional
• As inter-relações entre a Pedagogia do Esporte e o Jogo
• Os critérios de escolha e intervenção para o ensino de Jogos
• Planejamento Pedagógica a partir de Sequencias Didáticas
• Ferramentas didáticas para o ensino do Esporte Educacional
• Ampliação de repertório nas práticas da Cultura Corporal
• Liderança Juvenil
• Escolas Ativas

RESULTADOS

No período de 2013 a 2016 o Projeto Formação de Professores alcançou resultados expressivos e repercutiu positivamente nos territórios contemplados. Aproximadamente 2500 professores e gestores participantes fizeram ampliar a rede de acesso das crianças e jovens brasileiros ao esporte. A educação física ganhou relevância nos currículos escolares e a rede Escola Ativa permitiu a integração entre os diferentes atores da gestão pública em favor da aprendizagem e educação integral.

FOTOS DAS ATIVIDADE DO PROJETO FORMAÇÃO DE PROFESSORES