Manual Projeto Cidades da Copa

Investimento

R$ 250,00

Breve descrição

Os megaeventos esportivos, como a Copa do Mundo FIFA 2014, geram debates sobre seus legados e o desenvolvimento no Brasil, envolvendo grandes investimentos públicos em infraestrutura e mobilidade. O PROJETO CIDADES DA COPA, liderado pelo Instituto Esporte e Educação e UNICEF, visa garantir o direito à prática esportiva, promovendo justiça e inclusão social, transformando as cidades-sede e beneficiando atuais e futuras gerações.

Descrição

Os megaeventos esportivos, como os Jogos Olímpicos e Copas do Mundo, fascinam a humanidade e são fenômenos de popularidade que trazem diversas oportunidades e exigem grandes investimentos públicos. No Brasil, a escolha como sede da Copa do Mundo FIFA 2014 gerou debates sobre legados e desenvolvimento, com benefícios como infraestrutura urbana, mobilidade, segurança e arquitetura, mas também levantou questões sobre a validade desses investimentos em países em desenvolvimento.

A realização desses eventos no Brasil, incluindo o Pan-RJ 2007, Jogos Mundiais Militares 2011 e a Copa das Confederações 2013, visava projetar o país globalmente. No entanto, sem garantir a democratização do esporte, o foco permaneceu nos impactos econômicos e sociais, desenvolvimento cultural e renovação da imagem do país. A sociedade brasileira passou a discutir intensamente o esporte e os legados dos megaeventos, considerando aspectos como infraestrutura, inclusão social e políticas públicas de esporte e lazer.

O PROJETO CIDADES DA COPA, desenvolvido pelo Instituto Esporte e Educação e parceiros como UNICEF e REMS, busca refletir sobre os legados esportivos da Copa do Mundo FIFA 2014, promovendo ações que assegurem direitos à prática esportiva. Este projeto destaca a importância de um legado proativo, focado no desenvolvimento humano, justiça e inclusão social, visando transformar a prática esportiva e superar vulnerabilidades nas cidades-sede, beneficiando atuais e futuras gerações.