Abril de 2020 – Criado em 2001 pela medalhista olímpica Ana Moser, o Instituto Esporte & Educação (IEE) vem trabalhando ao longo dos anos para transformar as vidas de crianças, jovens e adultos, por meio de sua metodologia de esporte educacional. Ao longo desses 20 anos, em todo o Brasil, cerca de 6 milhões de crianças e adolescentes já foram atendidos e 45 mil professores, capacitados. E por esse motivo o IEE foi uma das instituições escolhidas para ser tema de um estudo acadêmico sobre “O Esporte para Todos e a gestão de programas esportivos em organizações privadas sem fins lucrativos”.

A gestora do esporte Luciana Itapema foi a autora da dissertação de mestrado, defendida na Escola de Educação Física e Esportes da Educação Física da USP (EEFEUSP). “A escolha do IEE foi justamente por ser uma instituição privada sem fins lucrativos modelar, de caráter social e que possui em seu posicionamento institucional e metodológico o conceito de Esporte para Todos. Por ter atuação relevante no contexto brasileiro, com ações em todo o território nacional, com oferta de programas e ações para todas as faixas etárias”, explica Luciana.

Luciana Itapema, que escolheu o IEE como tema de sua tese

Formada em Educação Física e em Administração de Empresas, com ênfase em Marketing, a agora mestre estudou, durante três anos, o IEE e o Sesc São Paulo, onde trabalha há 18 anos. “Resolvi estudar duas organizações semelhantes e que atendiam os critérios estabelecidos, para poder comparar e entender o ´modo de fazer´ delas. E foi bastante interessante estudar o IEE. É uma instituição de relevância para a sociedade brasileira, com um trabalho muito sério e significativo. O Instituto pode ser considerado um caso de sucesso, uma organização que vem crescendo e contribuindo com a sociedade, com uma forte responsabilidade social. Um modelo de sucesso que tem um modo de fazer”, afirma a gestora.

“O objetivo principal dessa pesquisa foi explorar e descrever o processo de gestão dos programas esportivos das duas organizações. Do IEE, escolhi o projeto Rede de Núcleos e o Centro Dois Andares”. E segundo Luciana, os resultados achados foram bem interessantes. “A pesquisa apontou um importante caminho. Os dados encontrados no IEE dão subsídios consistentes e coerentes para contribuir para um futuro modelo de gestão para organização dessa natureza”.

Porém, de acordo com a pesquisadora, ainda há um longo trajeto para ser percorrido no País com o conceito de Esporte para Todos, como o IEE faz há 20 anos. “Acredito que não há uma estratégia nacional de desenvolvimento e um modelo de gestão esportiva genuinamente brasileiro que possa balizar a gestão das organizações, seja qual for a sua esfera. Pesquisas apontam que os investimentos na área esportiva são destinados a ações voltadas ao esporte de alto rendimento, o que me parece ser bastante incoerente frente à realidade social que enfrentamos”, conclui.

Sobre o Instituto Esporte & Educação – Criado em 2001 pela medalhista olímpica Ana Moser, o Instituto Esporte & Educação (IEE) já atendeu a 6 milhões de crianças e jovens e capacitou mais de 45 mil professores e educadores em todo o Brasil.

Dentre os parceiros do IEE estão Itaú, Rede, Mastercard, Petrobras, NIKE, Nestlé, EDP Renováveis, Instituto EDP, Banco Votorantim, Reserva Votorantim, Bayer, Anhanguera, Pitágoras, Aché, Isa CTEEP, Mercado Livre, Motorola, Verde Asset Management, Novelis, Roche, WestRock, Grupo CCR, Bank Of America, Trench Rossi e Watanabe Advogados, Yamana Gold, Lundin Mining, CMPC, AES Tietê, Bloomberg, Mentos, Portocred Financeira, ValGroup, Penha, HSBC, Kinea e DrogaRaia.

Saiba mais sobre o IEE: 
Site: www.esporteeducacao.org.br/
Facebook: https://www.facebook.com/esporteeducacao/
Instagram : https://www.instagram.com/instituto.esporteeducacao/

ZDL – Paula Otero – MTb 17268/MG
paula@zdl.com.br

Site: www.zdl.com.br
Facebook: www.facebook.com/ZDLSports
Instagram: www.instagram.com/zdlsports
Twitter: www.twitter.com/ZDLcomunica